Feminicídio: homem diz que matou mulher esfaqueada porque ela conversava com outro ao celular

6-dp-2.jpg

Homem é preso após matar companheira por ciúmes, no DF — Foto: Divulgação/PCDF

Crime foi na região do Itapoã, na noite de domingo (31). Segundo Polícia Civil, jovem de 27 anos confessou ter assassinado mulher de 46 anos com quem vivia

http://www.instagram.com/gov_df

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu, nesta segunda-feira (1º), um homem de 27 anos, suspeito de matar uma mulher, de 46 anos, com pelo menos quatro facadas. O feminicídio foi na noite de domingo (31), na região do Itapoã.

Segundo a investigação, o suspeito vivia com a vítima e confessou que esfaqueou a companheira porque “ela conversava com outro homem pelo celular”. Ele foi encontrado em um condomínio, em Sobradinho, e levado à 6ª Delegacia de Polícia, no Paranoá.

De acordo com os policiais, o jovem ainda contou que, “antes da morrer, a mulher o abraçou e pediu que ele parasse com a agressão”. Ele também disse aos investigadores que tem um outro relacionamento, e que a segunda mulher, que está grávida, “o ajudou a fugir do local do crime”.

Conforme a Polícia Civil do DF, o suspeito tinha uma passagem pela polícia, em 2018, quando tentou matar uma outra pessoa, também, por ciúmes. Desta vez, o homem foi autuado por feminicídio.

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

scroll to top