Trânsito é alterado na Esplanada para realização de manifestação

Arte-SSP-DF.jpg

Visão geral da alteração programada - Arte: SSP-DF

Interdição será neste sábado (9) das 9h às 15h. Motivo é a Caminhada pela Liberdade, que contará também com ação integrada das forças de segurança para garantir a ordem

http://www.instagram.com/gov_df

Neste sábado (9), o trânsito será interditado nas vias de ligação em frente à Catedral de Brasília e na Avenida José Sarney devido à realização do evento Caminhada pela Liberdade. A alteração começará 9h, momento em que os trios elétricos e os manifestantes estarão saindo da via de ligação em frente à Catedral e seguindo para o Congresso Nacional, e deve seguir até 15h, quando está previsto o encerramento do ato na Avenida José Sarney.

Doze ônibus transportando manifestantes vindos de diversos estados do país vão desembarcá-los na via de ligação, local da concentração, e depois permanecerão estacionados no Teatro Nacional. E, ao término do evento, deslocarão até a Avenida José Sarney para o embarque dos manifestantes e deslocamento a suas origens.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF), em ação integrada com as polícias militar (PMDF) e civil (PCDF), Corpo de Bombeiros (CBMDF) e Departamento de Trânsito (Detran), atuarão de forma integrada para manter a segurança e a ordem no evento.

Haverá viatura policial para acompanhar o carro de som juntamente com os manifestantes, para orientá-los a utilizarem as duas faixas mais próximas do Canteiro Central da Esplanada dos Ministérios e acessarem a Avenida José Sarney.

Serão posicionadas viaturas em pontos estratégicos, como na via S1, altura da L2 Sul, e na via L2 Sul, altura da S1 e Catedral, para imediato desvio do fluxo de veículos, caso haja necessidade. Também haverá intervenção dinâmica nas demais vias e saídas de estacionamentos na região do evento.

Planejamento, segurança e integração

As forças de segurança do Distrito Federal atuam de forma integrada, de acordo com a legislação vigente no país. Assim como em todas as manifestações desse tipo, é feito planejamento prévio, com a participação dos envolvidos, a fim de garantir a segurança dos participantes e da população em geral.

Para o acompanhamento do ato, o Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob), faz o monitoramento de junto com as forças de segurança e outros 29 órgãos, além de instituições e agências do governo local e federal, com suporte de câmeras de videomonitoramento.

Esses órgãos integrados monitoram atos públicos de toda e qualquer natureza, respeitados os limites constitucionais. Além disso, auxiliam na promoção de ações de segurança pública – o trabalho em conjunto corrobora com a segurança, mobilidade, fiscalização e saúde da população do DF.

A manifestação é um direito fundamental expresso no inciso XVI, do Artº 5, da Constituição Federal e que toda medida adotada pela SSP-DF obedece à legislação que visa assegurar o direito de manifestação e de reunião, a ordem pública e a segurança e integridade dos manifestantes e do patrimônio público.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

scroll to top