Inscrições abertas para oficinas gratuitas de formação de intérpretes de LIBRAS

WhatsApp-Image-2022-05-12-at-12.55.52-1.jpeg

Foto: Divulgação

Aulas são on-line e começam na próxima segunda-feira (16). Projeto tem como objetivo formar profissionais para atuarem na área de comunicação audiovisual inclusiva

http://www.instagram.com/gov_df

Jovens e adultos, com idade entre 14 e 60, que queiram se tornar intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) no mercado audiovisual, podem se inscrever, gratuitamente, para as oficinas de Comunicação Inclusiva do projeto Circuito Audiovisual. As aulas começam na próxima segunda-feira (16).

Ao todo, serão oferecidas 720 vagas, distribuídas em 9 workshops semanais, com capacidade para 80 alunos cada. A qualificação será realizada de forma on-line, de segunda a sexta-feira, das 18 às 20 horas. Inscrições abertas pelo no site www.circuitoaudiovisual.com.br.

Uma realização da Secretaria de Cultura do Distrito Federal, em parceria com o Instituto Cultural Meninos de Ceilândia, o projeto tem como principal objetivo motivar e proporcionar a inclusão social e cultural, a partir da capacitação de novos profissionais para atuarem como intérpretes e produtores de conteúdo audiovisual. As seis primeiras oficinas são destinadas ao tema Tópicos em Libras: Surdez e Inclusão, distribuídas em seis módulos, com aulas entre 16 de maio e 24 de junho.

As três últimas oficinas do projeto serão destinadas ao conteúdo prático: Operação de Câmeras e Inclusão – 27/06 a 01/07; Montagem, Edição e Inclusão – 04/07 a 08/07; Transcrição, Legendagem e Inclusão – 11/07 a 15/07. A única exigência é que os alunos tenham u dispositivo (celular, tablet ou computador) com conexão à internet.

Libras no cinema

No ano de 2008, o Festival de Brasília do Cinema Brasileiro – mostra mais antiga e tradicional do país –, foi pioneira ao incluir a presença de um intérprete da Língua Brasileira de Sinais em todas as sessões da competição. O feito inédito chamou atenção para a importância da inclusão dentro de um ambiente, aparentemente, comum e acessível a todos, as salas de cinema.

Em 2016, o Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo apresentou ação civil pública contra a Agência Nacional de Cinema (Ancine) e dez distribuidoras de filmes que atuam no país para que todos os filmes nacionais e estrangeiros tenham legendas e janela com intérprete de língua brasileira de sinais (Libras).

Serviço | Circuito Audiovisual de Comunicação Inclusiva
Data: 16/05 a 15/07
Hora: 18h às 20h (de segunda a sexta-feira)
Local: Plataforma on-line
Inscrições gratuitas: www.circuitoaudiovisual.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

scroll to top