Polícia prende suspeito de decepar mão de policial com facão durante confusão na Asa Norte

Asa-norte.jpg

Foto: Reprodução de vídeo

Caso foi na madrugada de sábado (2); vítima é Leandro Percivalli Nascimento, que afirma ter sido atacado pelo suspeito após tentar defender mulher que pedia socorro. Mateus Henrique Alves Silva, de 24 anos, foi indiciado por tentativa de homicídio

http://www.instagram.com/gov_df

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu, nesta quarta-feira (6), o homem suspeito de decepar a mão de Leandro Percivalli Nascimento, policial militar reformado do estado de São Paulo. O ataque foi durante uma confusão, na madrugada de sábado (2), na Asa Norte.

Mateus Henrique Alves Silva, de 24 anos, foi autuado por tentativa de homicídio. A polícia afirma que monitorava o carro usado por ele para fugir do local desde o dia do crime. Nesta quarta, o veículo foi abordado em uma via do Paranoá.

Segundo a corporação, dentro do automóvel, estavam a mãe, o padrasto e uma tia do suspeito, que acabaram confessando que ele estava escondido no apartamento da tia, no Paranoá Parque. A polícia afirma que Mateus já tinha passagem por violência doméstica.

Após a prisão, Mateus presta depoimento na 2ª Delegacia de Polícia, responsável pelo caso. Se condenado, o agressor pode pegar pena de até 20 anos de prisão.

Agressão

O crime aconteceu na madrugada de sábado, na 905 Norte. Leandro afirma que estava em casa com a namorada, quando ouviu gritos pedindo socorro, na casa vizinha.

“Eu acordei com os gritos da mulher. O homem dizia que estava armado. Saí de casa para neutralizar o agressor, mas não vi que ele estava com um facão. Ele me deu apenas uma facada, e foi o suficiente para decepar minha mão”, conta.

“[Depois do golpe], eu já comecei a sentir muita dor. Extrema, extrema, muito forte. E ele continuava avançando contra mim, para continuar o serviço. Ele queria me matar mesmo”, diz o PM.

Ele e a namorada acionaram o Corpo de Bombeiros (CBMDF), que prestou os primeiros socorros e encaminhou Leandro ao Hospital de Base de Brasília, onde foi atendido. Ele recebeu alta do hospital na tarde de domingo (3).

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

scroll to top