Home CIDADES Vicente Pires: Polícia recupera 78 sacos de ração de empresa que foi...

Vicente Pires: Polícia recupera 78 sacos de ração de empresa que foi vítima de golpe

108
0
Compartilhar
Policiais encontraram 78 sacos de ração de empresa vítima de golpe na casa de suspeito, em Vicente Pires, no DF — Foto: Polícia Civil do DF / Reprodução

Vítimas descobriram fraude quando chegaram no endereço informado para cobrar dívida de R$ 8 mil e não encontraram a empresa. Um homem, de 39 anos, foi preso pelo crime de receptação

Um homem de 39 anos foi detido nesta sexta-feira (14) suspeito de comprar, pela internet, sacos de ração de uma empresa de Vicente Pires, no Distrito Federal. Segundo a Polícia Civil, a mercadoria foi adquirida usando documentos falsos. O golpe aplicado na fábrica de ração foi em torno de R$ 8 mil.

Os representantes da empresa perceberam a fraude após tentarem cobrar a dívida. Quando chegaram no endereço informado pelo comprador, descobriram que o CNPJ informado era falso e que a empresa não existia no local.

Ainda de acordo com os investigadores, as vítimas passaram a monitorar os sites de venda e encontraram um anúncio feito por um morador de Vicente Pires. Eles registraram ocorrência na 38ª DP, que foram até a casa do suspeito, na Rua 8 da cidade. Na casa dele, os agentes encontraram 78 sacos de ração.

Aos policiais, o homem disse que os sacos de ração foram comprados do anunciante, pela internet e que deu de pagamento pela ração “um videogame”, no valor de R$ 1,5 mil. Os sacos de ração estavam sendo vendidos por R$ 4 mil, bem abaixo do valor da nota fiscal.

Na casa do suspeito, em Vicente Pires, policiais civis do DF também apreenderam videogames, televisões, DVD’s entre outros. — Foto: Polícia Civil do DF / Reprodução

Na casa do suspeito, os policiais também encontraram um depósito de videogames, televisões, fitas de jogo, DVD’s, entre outros. Segundo o suspeito, os produtos eram de uma “antiga empresa” dele.

O homem foi preso em flagrante pelo crime de receptação qualificada, com pena de 2 a 8 anos de prisão em caso de condenação. Já o suspeito de adquirir os sacos de ração e colocar a venda na internet vai responder em liberdade pelo crime de estelionato. Os sacos de ração apreendidos e devolvidos para as vítimas.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

11 − sete =