Home CIDADES Pontos de vacinação receberão alimentos e cestas básicas

Pontos de vacinação receberão alimentos e cestas básicas

162
0
Compartilhar
Foto: Agência Brasília/ Saúde

Contribuições serão doadas para famílias do DF em situação de vulnerabilidade social

Com a pandemia, cada vez mais famílias estão em situação de vulnerabilidade e, infelizmente, mais pessoas estão passando fome. Pensando nisso, a Subchefia de Políticas Sociais e Primeira Infância do gabinete do Governador em conjunto com a Secretaria de Saúde, a Secretaria de Governo e a Vice-Governadoria, implementaram a arrecadação de cestas básicas em todos os pontos de vacinação do Distrito Federal.

Para a primeira-dama do Distrito Federal, Mayara Noronha Rocha, que está apoiando o movimento Solidariedade Salva, esse é o momento em que devemos olhar para o próximo e levarmos esperança em forma de alimento para aqueles que mais necessitam. “Precisamos deixar o pensamento individual de lado e pensarmos no coletivo. Assim, é possível atenuar o sofrimento de várias famílias do DF.”, completou Mayara.

Para Ana Paula Hoff, esposa do Vice-governador Paco Britto, “a pandemia tem nos mostrado, cada dia mais, o valor e a importância da solidariedade. Só conseguiremos sair vitoriosos dessa batalha se estivermos juntos, uns pelos outros. No Distrito Federal, estamos conseguindo fazer com que ‘empatia’ não seja apenas uma palavra para ser usada, mas uma ação diária de entender e se solidarizar com o que o outro está passando. Ser solidário é o grande legado da passagem do coronavírus pela vida de todos nós”.

Com essa medida, os 50 pontos de vacinação do DF, sendo 15 no formato drive-thru, poderão receber cestas básicas. A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros Militar  estarão encarregados da logística de entrega dos donativos às famílias em situação de vulnerabilidade social.

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, elogiou a iniciativa de arrecadação de alimentos para as pessoas que “enfrentam dificuldade num momento tão grave com o que estamos vivendo, em função da pandemia do novo coronavírus, que está deixando as pessoas sem emprego, sem renda e ainda com situações de perda de seus entes queridos”. Okumoto disse ainda que a Secretaria de Saúde se sente honrada em participar dessa parceria.

Além dos pontos de vacinação, redes de supermercado do Distrito Federal também aderiram ao movimento do Solidariedade Salva, sendo possível, também, realizar doações nas redes de supermercado Caíque, Super Top, Super Veneza, Cerramix, Superbom, Pravocê, Dona de Casa, Comper, Big Box e Ultrabox.

“Num momento tão delicado em que estamos vivendo, com famílias passando dificuldades, é essencial a união do Estado com a sociedade civil organizada em prol do bem comum. A Secretaria de Estado de Governo do Distrito Federal está empenhada nesta iniciativa que conta com a participação da Associação de Supermercados de Brasília (Asbra) e que a cada dia recebe mais adesão do comércio varejista e do atacadista. Estamos trabalhando juntos na arrecadação e na distribuição para atendermos as necessidades da população em maior vulnerabilidade”, afirma o secretário de Estado de Governo do DF, José Humberto Pires.

Solidariedade Salva

Movimento social em prol das pessoas em situação de vulnerabilidade no Distrito Federal. O “Solidariedade Salva” tem como objetivo “viralizar” o bem por meio de doações de alimentos para aqueles que mais precisam. Dessa forma, todo ato de amor ao próximo está sendo marcado nas redes sociais com a hashtag #solidariedadesalva para que mais pessoas se sensibilizem a fazer o mesmo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

20 − 1 =