Home JC BERTOLUCCI Em plena crise, BRB dará R$ 35 milhões ao FLAMENGO em patrocínio

Em plena crise, BRB dará R$ 35 milhões ao FLAMENGO em patrocínio

616
0
Compartilhar
Foto: Reprodução

Time de futebol carioca terá a marca do banco brasiliense estampada na frente de suas camisas

Como todos sabem, o governador Ibaneis Rocha é um flamenguista inveterado e com direito à cadeira cativa nos jogos do Flamengo em qualquer estádio. No Brasil ou na China.

Com base nisso, a injeção milionária em patrocínio para os rubro-negros não se tratou de uma jogada estratégica de marketing. Mas de uma ordem do governador. E ordem se cumpre!

Vale ressaltar que o Banco também já patrocina a equipe de basquete carioca.

Foto: Divulgação

O BRB é um banco regional, sem nenhuma expressão nacional.

E, em plena crise econômica que vive o Distrito Federal por causa da Covid-19, com centenas de milhares de empresas quebrando e o desemprego chegando a patamares jamais atingidos anteriormente, fazer valer o amor futebolístico acima da responsabilidade como um governador de estado, é para tirar até os seus eleitores do sério.

Será que o governador acha que entre os quase 350 mil desempregados no Distrito Federal não tem nenhum Flamenguista?

Que esse torcedor desempregado e passando necessidades não vai se importar com tamanha distorção de valores e de investimentos?
É sabido que o Banco de Brasilia opera de maneira restrita e sem foco para os seus clientes de Brasília, tanto para as pessoas físicas quanto para às jurídicas.

Com limitações e precariedades de investimentos em todos os níveis para os seus clientes.

Foto: Divulgação

Só para se ter uma idéia, a instituição financeira candanga ofereceu aos seus clientes, há cerca de dois meses, o programa SUPERA DF, como base de estímulo econômico nessa época de pandemia. Destaca-se a suspensão de até 03 parcelas de créditos já contratados.

Porém, a ação fixa juros de mais de 35% ao ano. Ou seja: O devedor teria sua dívida recalculada, com três meses de carência na primeira parcela mas com juros a peso de agiotagem.

A pergunta que fica é? Cadê a ajuda do Banco? Resposta objetiva: Não existe!

Ao invés do banco investir milhões de reais patrocinando times de futebol e basquete de outros estados, deveria VERDADEIRAMENTE ajudar a fomentar a iniciativa privada em Brasília através de empréstimos a juros baixos nessa época em que centenas de milhares de empresas estão quebrando.
O próprio governador disse em entrevista nessa sexta-feira (19), que a segunda fase da pandemia vai começar, referindo-se ao desemprego.

Porém, o banco investe mais de R$ 50 milhões em ações de marketing no Flamengo futebol e regata o no time de basquete.

Isso é um absurdo!!!

Todos esse dinheiro daria para ser investidos no próprio Universo Brasília e em um time de futebol do DF. Talvez o Brasília Esporte Clube, time de futebol da cidade.

O próprio Banco de Brasília foi responsável pela ausência do time de basquete brasiliense nas temporadas de 2016/2017/2018, ao deixar de patrocinar o time com a saída do patrocinador master Uniceub.

Justamente num período de ouro do basquete candango, pois o Universo/Brasília já tinha sido campeão do NBB por quatro vezes em seis finais, sendo três delas, 2010/11/12 consecutivos. Também foi campeão por duas vezes da liga Americana de Basquete e da Liga das Américas.

A desproporção dos investimentos: FLAMENGO X UNIVERSO/BRASÍLIA

No patrocínio do BRB para a temporada do NBB 2019/2020, o banco brasiliense, que tem como sócio majoritário o Governo do Distrito Federal, investiu R$ 2,5 mi no Flamengo (além de outros valores agregados não especificados no contrato); R$ 1,5 milhões na Confederação Nacional da NBB e míseros R$ 1,5 mi para o Universo/Brasília.

Foto: Divulgação

Que interesse particular tem o BRB em fragilizar o time de basquete da casa, depois de conquistar tantos títulos, sendo dois deles sobre o próprio Flamengo?

Seria mais sensato investir recursos no time da casa dando-lhe condições de montar uma “equipe de Ouro” e proporcionar tantas outras alegrias aos fanáticos apaixonados do basquete da nossa cidade.

O Universo Brasília merece ter o seu espaço esportivo respeitado e valorizado, sem, jamais ficar à sombra de qualquer rival.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

10 − dois =