Veja onde se vacinar contra Covid e gripe neste sábado (21), no DF

VACINA.jpg

Uma enfermeira segura um frasco da vacina da Pfizer-BioNTech contra a Covid-19 — Foto: ASSOCIATED PRESS

Atendimento vai das 9h às 17h, em quatro postos. Confira endereços

http://www.instagram.com/gov_df

A vacinação contra Covid-19 e contra a gripe continua neste sábado (21), no Distrito Federal. A Secretaria de Saúde estima que 743 mil pessoas que estão aptas a receber a primeira dose de reforço contra o Coronavírus ainda não foram aos postos.

Neste sábado, quatro locais ficam abertos das 9h às 17h. No entanto, somente um deles, em Ceilândia, imuniza contra Influenza (veja endereços abaixo).

Escola Classe 1, de Sobradinho, vai vacinar crianças de 5 a 11 anos contra o coronavírus, mas adultos também podem ser atendidos. Conforme a Secretaria de Saúde, das 268 mil crianças nesta faixa etária, 167.809 receberam a primeira dose do imunizante, mas apenas 95.674 tomaram a segunda dose.

No domingo (22), os postos ficam fechados e, na segunda-feira (23), recomeça a vacinação contra o sarampo.

Onde se vacinar contra Covid neste sábado (21) no DF

Escola Classe 1 de Sobradinho: para todos os públicos, a partir dos 5 anos de idade

  • Endereço: rua 5, quadra 6
  • Horário: das 9h às 17h

UBS 1 da Asa Sul: para todos os públicos, a partir dos 5 anos de idade

  • Endereço: SGAS 612
  • Horário: das 9h às 17h

UBS 2 de Ceilândia: para todos os públicos, a partir dos 5 anos

  • Endereço: QNN 15, lote F
  • Horário: das 9h às 17h

UBS 5 Gama: para todos os públicos, a partir dos 5 anos

  • Endereço: Quadra 38, Área Especial
  • Horário: das 9h às 17h

Onde se vacinar contra a gripe neste sábado (21) no DF

UBS 2 de Ceilândia: vacinação para público prioritário

  • Endereço: QNN 15, lote F
  • Horário: das 9h às 17h

Quem é o público prioritário?

  • Idosos com 60 anos ou mais
  • Trabalhadores da área da saúde
  • Crianças a partir de 6 meses até 5 anos, ou seja, 4 anos, 11 meses e 29 dias
  • Gestantes
  • Puérperas
  • Povos indígenas
  • Professores do ensino básico e superior
  • Pessoas com doenças crônicas não-transmissíveis e outras condições clínicas especiais
  • Pessoas com deficiência permanente
  • Caminhoneiros
  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário passageiros urbano e de longo curso
  • Trabalhadores portuários
  • Forças de Segurança e Salvamento
  • Forças Armadas
  • Funcionários do sistema de privação de liberdade
  • População privada de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativa

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

scroll to top