Home CIDADES Sargento da FAB é detido com drogas após atirar para o alto...

Sargento da FAB é detido com drogas após atirar para o alto em bar em Taguatinga

96
0
Compartilhar
Sargento da FAB atirou para o alto em uma casa de prostituição com uma pistola calibre .380 — Foto: Divulgação/PMDF

Polícia Civil investiga se local funcionava também como casa de prostituição. Força Aérea Brasileira informou que soube do caso e que colabora com autoridades policiais nas investigações

Um sargento da Força Aérea Brasileira (FAB) foi detido após atirar para o alto dentro de um bar, na QSC 19, no Setor Primavera, em Taguatinga, no Distrito Federal. De acordo com a Polícia Civil, Hudson de Oliveira Neres, de 40 anos, estava sob efeito de álcool e drogas e iniciou uma discussão com a dona do estabelecimento após perder o cartão de crédito.

O caso aconteceu na madrugada de domingo (9). No local, a PM encontrou quatro mulheres, entre elas, uma adolescente de 15 anos. A Polícia Civil investiga se o estabelecimento funciona, também, como casa de prostituição.

A reportagem não conseguiu localizar a defesa do suspeito. Em nota, a FAB informou que soube da conduta do militar e disse estar colaborando com as autoridades policiais nas investigações.

A instituição ressaltou que desvios de conduta do seu efetivo são investigados e os responsáveis, de forma proporcional, rigorosamente punidos (leia íntegra ao fim da reportagem).

Confusão

Segundo a Polícia Civil, Hudson passou o dia no local consumindo bebida alcoólica e drogas. Por volta das 2h, quando decidiu ir embora, sentiu falta do cartão de crédito. Ele foi ao carro, estacionado do lado de fora da casa de prostituição, e não encontrou o objeto.

Ainda de acordo com a polícia, nervoso, o sargento voltou para o local e iniciou a briga com a proprietária, insinuando que alguém teria pego o cartão. Durante a discussão, Hudson sacou uma pistola, calibre .380 e atirou para o alto.

A Polícia Militar foi acionada, por meio de denúncia de vizinhos, que escutaram os disparos. No local, os militares encontraram Hudson, com o revólver, 14 munições intactas e uma porção de cocaína.

Os militares levaram os envolvidos até a 12ª Delegacia de Polícia, em Taguatinga, onde o homem confirmou ser primeiro sargento da Aeronáutica.

No local, ele foi autuado por uso e porte de drogas e exercício arbitrário das próprias razões e, em seguida, foi liberado pela autoridade judiciária. A arma ficou apreendida.

A adolescente encontrada no estabelecimento foi levada para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), e logo liberada, junto à dona do bar. Os pais dela não foram localizados.

Leia íntegra da nota da FAB

“A Força Aérea Brasileira (FAB) foi informada sobre a condução de um militar do seu efetivo à Delegacia Policial, após o envolvimento em uma ocorrência em Taguatinga (DF), no último domingo (09/12), e colabora com as autoridades policiais nas investigações.

A Instituição ressalta que desvios de conduta do seu efetivo são investigados e os responsáveis, de forma proporcional, rigorosamente punidos. Assim sendo, a Instituição reafirma ser inaceitável o envolvimento de qualquer um de seus membros com qualquer tipo de prática ilícita, maculando a imagem da labuta de todos os seus integrantes.

O Comando da Aeronáutica atua firmemente para coibir irregularidades e reitera o seu repúdio a condutas que não representam os valores diuturnamente cultuados em suas fileiras com vistas ao cumprimento de sua missão institucional.”

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

treze − oito =