Home CIDADES Núcleo Bandeirante: Tenda atende pacientes com problemas respiratórios e suspeita de Covid-19

Núcleo Bandeirante: Tenda atende pacientes com problemas respiratórios e suspeita de Covid-19

674
0
Compartilhar
Tenda para pacientes com problemas respiratórios na UPA do Núcleo Bandeirante — Foto: Davidyson Damascento/Iges-DF

Estrutura foi instalada na UPA do Núcleo Bandeirante. Funcionamento é das 7h à 1h

Uma tenda montada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Núcleo Bandeirante, no Distrito Federal, atende pacientes com problemas respiratórios e que estejam com suspeita do novo coronavírus.

O espaço foi inaugurado nesta segunda-feira (23) e funciona todos os dias da semana, das 7h à 1h. A iniciativa é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Saúde do DF, o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (Iges-DF) e o Ministério da Saúde.

A estrutura conta com uma sala para triagem e classificação, oito poltronas para atendimentos e medicação e dois leitos de emergência. Ao todo, 19 servidores vão atuar no local, com dois enfermeiros, dois técnicos em enfermagem e dois médicos por turno.

Segundo o governo do DF, os pacientes que chegarem com sintomas que preencham os critérios de definição de caso suspeito serão acolhidos e levados a um espaço reservado. Os que se enquadrarem no perfil terão amostras coletadas e encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), para verificação.

Ainda de acordo com o GDF, pacientes que estiverem em bom estado serão orientados a fazer isolamento em casa. Já os que precisarem ficar nos leitos de emergência devem ser transferidos a um hospital da rede pública, após serem estabilizados.

Segundo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde, até o início da noite desta segunda, o DF havia registrado 146 casos do novo coronavírus. Oito pacientes estavam internados e 138, em isolamento em casa.

O governador Ibaneis Rocha (MDB) determinou uma série de medidas para tentar impedir a proliferação do vírus. Entre elas estão:

  • Suspensão das aulas em instituições públicas e privadas;
  • Suspensão de eventos com público maior a cem pessoas;
  • Suspensão das atividades de cinemas e teatros;
  • Fechamento de academias;
  • Medição de temperatura de passageiros no aeroporto e rodoviária interestadual;
  • Realização de exames compulsórios em pacientes com suspeita;
  • Mudança no atendimento de órgãos públicos;
  • Suspensão de visitas em presídios;
  • Home office para servidores em grupos de risco;
  • Ponto facultativo para servidores do GDF até 20 de março;
  • Fechamento de parques, boates, feiras e shoppings;
  • Atendimento restrito ao público nas agências bancárias;
  • Fechamento de lojas, bares e restaurantes;
  • Suspensão de missas, cultos e celebrações religiosas

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

16 − treze =