Home CIDADES Ibaneis libera funcionamento de shoppings a partir de 27 de maio

Ibaneis libera funcionamento de shoppings a partir de 27 de maio

1386
0
Compartilhar
Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), em pronunciamento — Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Governador assinou novo decreto sobre funcionamento do comércio em meio à pandemia do novo coronavírus. Academias, salões de beleza e restaurantes continuam fechados

O governador Ibaneis Rocha (MDB) assinou, nesta sexta-feira (22), um novo decreto sobre o funcionamento do comércio em meio à pandemia do novo coronavírus. O texto permite a abertura dos shoppings centers a partir da próxima quarta-feira (27), com a adoção de medidas de segurança.

O comércio de rua também poderá permanecer aberto, como ocorre desde o início desta semana. No entanto, outras atividades como eventos, salões de beleza, academias, parques, restaurantes e bares continuam com as atividades presenciais suspensas.

Aulas nas redes pública e privada permanecem interrompidas, assim como as atividades das creches. As pessoas que descumprirem as medidas podem responder pelo crime de infração de medidas sanitária preventiva, já as empresas estão sujeitas a multa e até à suspensão de alvará de funcionamento.

Segundo o decreto, shoppings centers e centros comerciais vão poder funcionar de 13h às 21h. Esse locais só devem permanecer abertos se seguirem as seguintes condições:

  • Fornecimento de equipamentos de proteção individual e álcool em gel 70% a todos os empregados, colaboradores, terceirizados e prestadores de serviço;
  • Realização de testes de Covid-19, a cada 15 dias, em todos os empregados, colaboradores, terceirizados e prestadores de serviço do shopping center;
  • Interdição das áreas de recreação e lojas como brinquedotecas, de jogos eletrônicos, cinemas, teatros e congêneres;
  • Interdição das praças e quiosques de alimentação, autorizando-se exclusivamente os serviços de entrega em domicílio e retirada do produto, vedado o consumo no local;
  • Medição de temperatura de todos os clientes antes de entrarem no shopping;
  • Proibição do uso de provadores;
  • Limitação de 50% da capacidade para uso do estacionamento.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

1 × dois =