Home CIDADES Ibaneis diz que vai tentar entregar viaduto do Eixão em março

Ibaneis diz que vai tentar entregar viaduto do Eixão em março

130
0
Compartilhar
Governador Ibaneis Rocha visita obras no viaduto do Eixão, no centro de Brasília — Foto: Renato Alves/GDF

Prazo atual de entrega é maio. Após vistoria, governador do DF disse que queda era ‘previsível até por algum leigo’

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), visitou nesta quarta-feira (9) as obras de reforma do viaduto do Eixão, que despencou no centro de Brasília há 11 meses.

O emedebista afirmou que o governo vai “tentar antecipar para o fim de março” a inauguração da estrutura. A previsão atual é de entrega em maio – inicialmente, o prazo fixado pelo Departamento de Estradas de Rodagem era dezembro do ano passado.

Durante a vistoria, Ibaneis prometeu a criação de um programa de manutenção permanente de viadutos, além do lançamento de editais de licitação para a recuperação de mais dois viadutos no centro de Brasília.

“Nós temos que cuidar da revitalização dos viadutos, eles envelheceram muito rápido. Não foi dada a manutenção correta nos últimos 50 anos, e a cidade está prestes a cair, como caiu aqui. Isso eu não quero que ocorra no nosso governo”, afirmou Ibaneis, depois de dizer que a queda do viaduto do Eixão na altura da Galeria dos Estados “era completamente previsível até por algum leigo”.

Para Ibaneis, o viaduto deveria ter sido implodido e reconstruído. O governo Rollemberg, porém, decidiu reformá-lo, o que Ibaneis caracterizou de “desperdício de recursos públicos e de mão de obra”. O contrato, porém, não será alterado.

Governador Ibaneis Rocha visita obras no viaduto do Eixão, no centro de Brasília — Foto: Renato Alves/GDF 

O imbróglio sobre a demolição ou não do viaduto durou seis meses. Engenheiros da Universidade de Brasília (UnB) recomendaram a destruição completa do trecho que caiu em um laudo no qual argumentaram que a degradação da estrutura havia ultrapassado o “dobro do limite crítico”.

“Na minha visão, o que deveria ter sido feito aqui é demolir todo o viaduto, implodir, e fazer um novo. O que está sendo feito aqui é um novo viaduto dentro do viaduto velho”, afirmou Ibaneis. “Todas as vigas estão sendo reforçadas, o que dá muito mais trabalho, porque você trabalha com vigas antigas. E ao longo da plataforma toda, você está fazendo vigas de fora a fora.”

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here