Home CIDADES Ibaneis altera previsão dos testes com VLT para final de abril

Ibaneis altera previsão dos testes com VLT para final de abril

153
0
Compartilhar
Fonte: Divulgação CBTU

Estimativa inicial era colocar sistema em fase de testes em janeiro

Dentro dos próximos 60 dias, vão começar os testes da linha de trem com passageiros entre o Distrito Federal e Valparaíso (GO). O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) vai partir da Rodoferroviária e seguirá até o município goiano. O Executivo local esperava colocar o sistema em funcionamento experimental no fim de janeiro, mas mudou a previsão inicial, após novo acordo com o governo federal.

A princípio, o projeto-piloto terá um vagão com capacidade para 600 usuários. Mas o GDF  avalia disponibilizar uma segunda composição nesta fase preliminar, dobrando o volume transportado para 1.200 pessoas.

O projeto corria o risco de não sair dos trilhos. Isto porque, inicialmente, toda a fase de testes seria custeada pela União, ao preço de R$ 3,4 milhões. Mas o governo federal mudou de posição e sugeriu o adiantamento da proposta.

Na manhã desta terça-feira (26/2), o governador Ibaneis Rocha (MDB) buscou um novo entendimento com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto. Após a conversa, no ministério, ficou acertado que a pasta investirá R$ 1 milhão, enquanto o DF vai arcar os R$ 2,4 milhões restantes.

“A implantação deste trem é um anseio muito grande da população”, afirmou Ibaneis. Segundo o governador, o projeto agora segue para a fase de convênios com os órgãos federais responsáveis, como a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). Pelas contas do emedebista, o período de testes poderá ser de seis meses. “É um sonho da população que sofre muito com os engarrafamentos todos os dias”, completou.

Segundo o secretário do Entorno, Paulo Roriz, os valores das passagens, assim como o investimento final, serão determinados após os testes. Neste etapa, os vagões vão trabalhar com a velocidade de 39 km/h, mas poderão no futuro alcançar 78 km/h.

“Todos os dias, entre 200 mil e 250 mil pessoas fazem uso da BR-040. O VLT será uma alternativa para elas. Hoje existem entre 190 e 250 ônibus transportando pessoas nesta pista. Com trem, podemos reduzir essa frota e melhorar o trânsito neste trecho”, acredita o secretário.

Fonte: Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here