Home CIDADES Homem morre arrastado por enxurrada no Riacho Fundo

Homem morre arrastado por enxurrada no Riacho Fundo

144
0
Compartilhar
Bueiro em galeria pluvial no DF onde morador do Riacho Fundo caiu e acabou arrastado pela correnteza durante chuva — Foto: TV Globo/ reprodução

Segundo bombeiros, José Valdeir Barbosa, de 43 anos, tentava limpar bueiro quando foi levado pela correnteza, na noite de sexta-feira (19), no Riacho Fundo. Corpo foi encontrado na manhã deste sábado (20)

Um homem morreu após ser arrastado pela enxurrada, durante a forte chuva que caiu no Distrito Federal na noite de sexta-feira (19). O corpo de José Valdeir Barbosa, de 43 anos, foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros na manhã deste sábado (20).

Segundo a corporação, o morador do Riacho Fundo tentava limpar um bueiro quando caiu na galeria de águas pluviais. Os militares foram chamados às 23h19 e as buscas seguiram até a madrugada deste sábado, quando foram encerradas “pela falta de visibilidade e questões de segurança”.

O acidente ocorreu perto da Chácara 2, na Colônia Agrícola Sucupira, em frente a casa de José Valdir. Segundo os bombeiros, quando tentava retirar o lixo da canaleta de águas pluviais que estava transbordando, ele escorregou e caiu dentro da galeria.

Com a força da água, o homem acabou empurrado para dentro da manilha, que vai até o córrego Riacho Fundo. José Valdir deixou a esposa, que está grávida, e um filho de 12 anos.

As buscas

Durante a noite de sexta-feira, os bombeiros percorreram cerca de 600 metros da galeria, até o córrego Riacho Fundo, para tentar localizar o homem. Equipes terrestres e de mergulho trabalharam até as 2h30 da madrugada, sem encontrar a vítima.

Ao retomar as buscas, nesta manhã, o corpo foi localizado às margens do córrego, a cerca de três quilômetros do local do acidente. A Polícia Civil ficou responsável pelas investigações.

A Novacap, empresa do governo do Distrito Federal responsável pela manutenção dos bueiros, disse que faz a manutenção diária em todas as regiões administrativas do DF. “Essas manutenções compreendem limpeza e desobstrução de bueiros, e reposição de tampas de bocas lobo furtadas”, apontou, em nota.

De acordo com a companhia, o trabalho é feito “diariamente, de acordo com as demandas que chegam das administrações e/ou demais órgãos”. A Novacap informou ainda que é quem executa o serviço, no entanto, “precisa ser pautada pelos órgãos para realizar os trabalhos”.

As solicitações para limpeza de bueiros devem ser feitas na própria administração de cada cidade ou por meio da ouvidoria, no 162″, diz a Novacap.

A companhia não informou se havia pedidos de limpeza do bueiro que onde houve o acidente. Mas disse lamentar a morte do morador do Riacho Fundo.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

11 + 20 =