Homem acusado de torturar, esquartejar e queimar vítima é preso no Guará

Guara.jpg

Polícia Civil apreendeu cocaína, balança de pesar droga e uma faca em quarto de suspeito de matar e esquartejar usuário de drogas, no DF — Foto: PCDF/Reprodução

Usuário de drogas foi morto após pagar entorpecentes com ‘notas falsas’, diz Polícia Civil. Crime foi em junho de 2020, em área verde, próximo a linha de trem

http://www.instagram.com/gov_df

Um homem, de 23 anos, foi preso nesta quarta-feira (6) suspeito de torturar e esquartejar um usuário de drogas, de 35 anos, após receber dinheiro falso. O crime foi em junho de 2020, em uma área verde, entre a linha de trem que corta o Guará e o Park Shopping, no Distrito Federal.

O criminoso ainda queimou o corpo da vítima. Segundo a Polícia Civil, o traficante confessou que matou a vítima com ajuda de outras quatro pessoas “porque ela comprou crack com notas falsas”. Os demais comparsas foram presos em agosto de 2020.

Os investigadores desvendaram o crime após a localização de partes do corpo do usuário de drogas em uma estação de tratamento de esgoto da Caesb, na Avenida das Nações.

O suspeito foi localizado no Riacho Fundo II, escondido na casa de uma tia e vai responder por homicídio. No quarto dele, segundo a polícia, havia porções de cocaína escama de peixe, considerada mais pura, uma balança de precisão e uma faca com vestígios de droga e, por isso, o jovem também vai responder por tráfico de drogas.

A prisão é preventiva (por tempo indeterminado) e foi determinada pela Vara Criminal e do Tribunal do Júri do Guará.

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

scroll to top