Home CIDADES GDF identifica 448 mil veículos com IPVA 2019 em atraso

GDF identifica 448 mil veículos com IPVA 2019 em atraso

675
0
Compartilhar
Foto: Tony Winston / Agência Brasília

Secretaria de Fazenda quer receber mais de R$ 320 milhões devidos

O Governo do Distrito Federal (GDF) vai intensificar as ações de fiscalização e cobrança contra os devedores do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). A Secretaria de Fazenda, Orçamento, Planejamento e Gestão (SEFP) fez um mapeamento desses devedores e, além de ações administrativas, solicitou ao Departamento de Trânsito do Distrito Federal (DETRAN-DF) a realização de blitze em pontos específicos das cidades para verificação do licenciamento dos veículos. O
objetivo é recuperar cerca de R$ 320 milhões que o GDF tem a receber do IPVA de 2019, mas que ainda não foram pagos.

A SEFP identificou em seus sistemas de monitoramento 448.015 veículos que, por estarem devendo o IPVA 2019, serão alvo das blitze do DETRAN-DF. Além das punições administrativas, se for flagrado nas ruas sem o licenciamento, o carro poderá  apreendidosrr e recuperado apenas após a quitação de todos os valores em aberto. A multa por circular com veículo irregular é considerada gravíssima, adicionando 7 pontos à carteira de habilitação do condutor. A multa gerada é de R$ 293,47.

A última parcela do IPVA venceu em maio. O contribuinte pode regularizar seus débitos acessando o site www.receita.fazenda.df.gov.br ou pelo aplicativo de celular SEFAZ DF. No app, após o cadastro, o contribuinte pode indicar os dados de até dez carros que deseja acompanhar. Pode ainda buscar atendimento presencial nas agências da Receita do DF e nos postos do Na Hora.

Monitoramento 

Os tributos e taxas cobrados pelo GDF passaram a ser  monitoradoson-line por técnicos da Secretaria de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão (SFP). Com isso, a Secretaria tem o controle diário dos valores lançados, pagos, vencidos, vincendos (próximos ao vencimento), percentual de inadimplência e lista de maiores devedores. O monitoramento em tempo real é possível graças ao desenvolvimento do Sistema de Gestão de Cobrança Tributária, que entrou em operação em abril.

Atualmente o sistema levanta os débitos por Imposto Predial e Territorial Urbano e Taxa de Limpeza Pública (IPTU/TLP), Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), parcelamentos e dívida ativa. Com isso, a própria ferramenta tecnológica faz ações automatizadas de cobrança com o envio de e-mails, SMS e mensagens pelo aplicativo SEFAZ DF. Há ainda a possiblidade de envio de cartas para cobranças específicas.

Com o levantamento do total de inadimplentes por tributos, o sistema possibilitou que a Secretaria entrasse em contato com os contribuintes inadimplentes com o IPVA. Os dados cadastrais dos contribuintes foram levantados e repassados para a Central telefônica 156.

Todos os comunicados feitos pela SEFP visam a alertar o contribuinte para a existência de pendências ou vencimentos de tributos. Cabe ao próprio contribuinte acessar o site www.receita.fazenda.df.gov.br para emitir o próprio boleto com os valores pendentes ou procurar as agências de atendimento da Receita do DF ou os postos do Na Hora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here