Home BRASIL “Evitem Brasília”: Caiado volta a pedir a moradores do Entorno

“Evitem Brasília”: Caiado volta a pedir a moradores do Entorno

1574
0
Compartilhar
Caiado pede que moradores do Entorno "Evitem Brasília" — Foto: Fábio Lima/O Popular

O pedido foi feito após Goiás registrar a primeira morte por coronavírus. Vítima morava em Luziânia, no Entorno do DF

Após a primeira morte por coronavírus no estado de Goiás, o governador Ronaldo Caiado (DEM) voltou a pedir aos moradores do Entorno que evitem o DF. “Quero dizer o que tenho falado desde a semana passada, que as pessoas evitem o deslocamento para Brasília, a cidade mais comprometida nos últimos dias, com maior pico de crescimento do coronavírus. Lá chegaram a um pico muito rápido”, afirmou.

Por meio do Instagram, durante o fim de semana, o governador já havia solicitado que as pessoas só se desloquem para Brasília apenas em caso de extrema necessidade. Diariamente, cerca de 400 mil pessoas do Entorno vêm estudar ou trabalhar no DF. Para Caiado, somente funcionários de atividades que são fundamentais, como as da áreas de saúde, de alimentação, da segurança, devem fazer o deslocamento.

“Fora isso, não tem porque você ir para Brasília. A capital que tem sido duramente penalizada por ser uma cidade que recebe pessoas do Brasil todo, tem um aeroporto internacional com grande fluxo”, disse.

O estado de Goiás registrou a primeira morte por coronavírus nesta quinta-feira (26/03). Trata-se de uma paciente de 66 anos, que estava internada no Hospital de Doenças Tropicais (HDT) em Goiânia e foi transferida para Luziânia (GO), no Entorno do Distrito Federal.

A idosa, que morava no município goiano que fica a menos de 80 km do DF, era portadora de uma série de comorbidades, como hipertensão, doença pulmonar, diabetes, e teve dengue recentemente.

A Secretaria de Saúde de Luziânia informou que, desde a confirmação da paciente como positiva para a Covid-19, “providenciou todas as medidas de segurança sanitária, com testagem e bloqueio epidemiológico de parentes e demais pessoas que eventual e inadvertidamente tiveram contato com a paciente”.

“Os demais quatro pacientes testados positivos estão isolados e apresentam quadro de saúde estável”, ressaltou a pasta, por meio de nota. A mulher que morreu passou por Brasília há 10 dias.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezesseis + 15 =