Home CIDADES Em votação, comunidade aprova militarização de escola em Planaltina

Em votação, comunidade aprova militarização de escola em Planaltina

77
0
Compartilhar
Votação para Gestão Compartilhada no CED Estância III em Planltina-DF — Foto: Joel Rodrigues/ Agência Brasília

Proposta recebeu 59,69% de aprovação. É a quinta unidade de educação do DF a adotar modelo

O CED Condomínio Estância III, em Planaltina, será a quinta escola pública do Distrito Federal a ter a gestão militarizada. Em votação no sábado (10), a comunidade escolar aprovou a proposta do Governo do DF para que a administração da unidade seja compartilhada com a Polícia MIlitar e o Corpo de Bombeiros.

Segundo o Executivo local, 59,69% das pessoas que participaram da votação foram favoráveis à proposta. Puderam participar responsáveis, estudantes, professores e servidores do colégio.

Ao todo, 357 votos válidos foram computados, sendo que 263 aprovaram a gestão militarizada e 94 foram contrários. A apuração foi feita por uma comissão formada por representantes de cada segmento da comunidade escolar envolvido no processo.

Criada em 1998, a escola atende a cerca de 1,5 mil estudantes, principalmente da região da Estância Mestre D’Armas, em Planaltina.

A unidade recebe alunos de 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio, que farão parte da gestão compartilhada. A Educação de Jovens e Adultos (EJA) não integrará o programa.

CED Estância III em Planaltina-DF — Foto: Joel Rodrigues/ Agência Brasília

Como funciona

A escola se une a outras quatro que tiveram a gestão compartilhada entre a Secretaria de Educação do DF (SEDF) e militares no primeiro semestre deste ano. São elas:

  • CED 01 da Estrutural
  • CED 308 do Recanto das Emas
  • CED 07 de Ceilândia
  • CED 03 de Sobradinho

Na prática, a SEDF é responsável pela parte pedagógica dessas unidades, e a Polícia Militar e os bombeiros auxiliam em atividades burocráticas e de segurança, como controle de entrada e saída, horários e filas. Alguns militares também dão aula de ética e de cidadania no turno oposto.

Com a medida, os estudantes são obrigados a adotar um padrão de corte de cabelo – curto para meninos e coque para meninas.

Como uniforme, os alunos usam camisa branca e calça jeans. A previsão é de que o uniforme militar seja obrigatório, mas até o início de julho, as roupas ainda não tinham sido distribuídas.

Outras escolas

No próximo sábado (17), outras cinco escolas também farão votaçãosobre a proposta de gestão compartilhada. Confira a lista:

  • CED Gisno (Asa Norte)
  • CEF 19 de Taguatinga
  • CEF 01 do Itapoã
  • CEF 407 de Samambaia
  • CEF 01 do Núcleo Bandeirante

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here