DF registra mais 7 mortes por Covid, 4 eram crianças

Covid.jpg

Teste de Covid-19 no DF — Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF

Vítimas tinham entre 3 meses e menos de 10 anos. Mortes ocorreram, em setembro de 2021, janeiro e fevereiro deste ano, mas foram divulgadas nesta quinta-feira (19) pela Secretaria de Saúde

http://www.instagram.com/gov_df

O Distrito Federal registrou 341 novos casos conhecidos de Covid-19 e mais sete mortes pela doença, nesta quinta-feira (19). Os óbitos, segundo a Secretaria de Saúde (SES-DF), ocorreram em setembro de 2021, janeiro e fevereiro deste ano e as mortes estavam “em investigação”.

Entre as vítimas, quatro eram crianças com menos de 10 anos. A pasta informou que um dos óbitos foi de um bebê, de três meses, e dois pacientes tinham entre 2 e 5 anos de idade.

“Eram crianças pequenas que ainda não tinham iniciado a vacinação. Então, mais uma vez, a população tem que tomar a vacina para proteger aqueles que não podem”, diz Priscilleyne Reis, do Cievs-DF .

Segundo a chefe do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs-DF), os casos foram divulgados somente agora, em razão de terem sido analisados antes pelo comitê de investigação de óbitos da SES-DF. “A gente demora um pouco, justamente para fazermos uma avaliação bastante criteriosa, observar, fazer análise se existiam outros vírus respiratórios, outras doenças de base”, aponta Priscilleyne.

Desde o início da pandemia, a Covid-19 matou 11.682 pessoas na capital federal. Ao todo, 700.934 foram infectadas e, de acordo com a pasta, 98% dos pacientes estão recuperados.

A taxa de transmissão, nesta quinta, ficou em 1,30. O número indica que cada 100 pessoas infectadas podem transmitir a doença para outras 130, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Confira taxa de transmissão da Covid-19 em Brasília entre abril e maio:

  • 25 de abril: 0,82
  • 26 de abril: 0,81
  • 27 de abril: 0,82
  • 28 de abril: 0,82
  • 29 de abril: 0,84
  • 2 de maio: 0,92
  • 3 de maio: 0,95
  • 4 de maio: 0,96
  • 5 de maio: 0,99
  • 6 de maio:1,01
  • 9 de maio: 1,12
  • 10 de maio: 1,16
  • 11 de maio: 1,22
  • 12 de maio: 1,26
  • 13 de maio: 1,30
  • 16 de maio: 1,34
  • 17 de maio: 1,33
  • 18 de abril: 1,33
  • 19 de abril: 1,30

Perfil das vítimas

Entre os mortos, desde o início da pandemia, em Brasília, 10.667 moravam na capital federal e 1.015 vieram de outras regiões para buscar atendimento, principalmente do Entorno.

Datas das mortes divulgadas nesta quinta-feira (19):

  • 16 de setembro de 2021:1
  • 25 de janeiro de 2022: 1
  • 1 de fevereiro de 2022: 1
  • 4 de fevereiro de 2022: 1
  • 14 de fevereiro de 2022: 1
  • 15 de fevereiro de 2022: 1
  • 17 de fevereiro de 2022: 1

Residência

  • Águas Claras: 1
  • Planaltina: 1
  • Samambaia: 1
  • São Sebastião: 1
  • Sobradinho: 1
  • Vicente Pires: 1
  • Goiás: 1

Faixa etária

  • Menor de 2 anos: 1
  • Entre 2 e 10 anos: 3
  • Entre 20 e 29 anos: 1
  • Entre 30 e 39 anos: 1
  • Entre 50 e 59 anos: 1
Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com Covid-19 do Hospital Regional de Samambaia no DF — Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

Leitos de UTI Covid

Até as 16h25 desta quinta-feira (19), a taxa de ocupação dos leitos de UTI para pacientes com Covid na rede pública estava em 50%. Do total de 36 leitos, 18 estavam ocupados e 18 disponíveis. Os dados são iguais aos de quarta-feira (18).

Na rede privada, até as 11h55, 55,05% das vagas estavam ocupadas. Do total de 136 leitos, 61 eram usados, 50 estavam vagos e 25 bloqueados.

O Plano Piloto segue como a região com maior número de casos por Covid-19 no DF. Até esta quinta-feira, 82.102 pessoas testaram positivo e 850 morreram por causa da doença. Em segundo lugar está Ceilândia, com 68.958 contaminações e 1.763 vidas perdidas.

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

scroll to top