Home CIDADES Coronavírus: UnB decide suspender o semestre acadêmico

Coronavírus: UnB decide suspender o semestre acadêmico

254
0
Compartilhar
Foto: Oswaldo Reis

Decisão foi tomada durante reunião realizada nesta segunda-feira (23/03). Detalhes sobre a volta às aulas ainda são discutidos

A Universidade de Brasília (UnB) decidiu, em reunião nesta segunda-feira (23/03), suspender por completo o calendário acadêmico por causa do risco de contaminação pelo novo coronavírus. Até o momento, as aulas presenciais estavam canceladas, mas o semestre letivo tinha continuidade por meio de atividades virtuais.

A informação foi confirmada por meio da assessoria de comunicação da instituição. Uma reunião entre diretores das unidades acadêmicas e o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) ainda está em curso para saber quando e como as aulas podem retornar.

Uma reunião prévia, em ambiente virtual, foi realizada pelos docentes na última sexta-feira (20/03) para tratar do assunto e saber como está o andamento do semestre letivo desde o início da quarentena. No mesmo dia, um aluno da UNB testou positivo para a doença.

A Associação dos Docentes da Universidade de Brasília (ADUnB) havia solicitado, na última quinta-feira (19/03), ao Cepe que as atividades de ensino fossem suspensas completamente e por tempo indeterminado. A entidade sugeriu também que um novo calendário acadêmico seja pensado apenas quando a situação de circulação de pessoas estiver regularizada.

O Palácio do Buriti atualizou o número de casos confirmados de coronavírus (Covid-19) no Distrito Federal. Nesta segunda-feira (23/03), foram registrados 135 pacientes contaminados com a Covid-19, um a mais do que no balanço registrado na manhã e na noite de domingo (22/03). O número de casos suspeitos, pessoas que fizeram exames e aguardam o resultado em quarentena, passa de 3,6 mil.

De acordo com o Governo do Distrito Federal (GDF), oito pessoas estão hospitalizadas para tratar dos sintomas da doença responsável pela nova pandemia mundial. Os outros pacientes são mantidos em quarentena domiciliar, sem apresentar gravidade no quadro clínico.

Fonte: Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

sete − 3 =