Cobra píton encontrada após ser solta ‘por engano’ fica em batalhão da PMDF

Cobra-piton-1.jpg

Píton encontrada depois de ser solta em mata do DF ficará alguns dias no Batalhão da PM Ambiental — Foto: Reprodução

Segundo militares, objetivo é conhecer melhor animal nos próximos dias; em seguida, serpente deve ser enviada ao Zoológico de Brasília. Cobra natural da Ásia é considerada exótica no Brasil e pode representar ameaça a outras espécies

http://www.instagram.com/gov_df

A cobra píton – espécie exótica original da Ásia – que motivou buscas na semana passada no Distrito Federal está na sede do Batalhão da Polícia Militar Ambiental (BPMA), na Candangolândia. O animal foi encontrado no sábado (9), após ser solto “por engano” no Cerrado quatro dias antes, por PMs que confundiram a serpente com uma jiboia (relembre abaixo).

De acordo com o BPMA, por ser uma cobra exótica, a píton permanecerá no batalhão durante mais alguns dias, para que os policiais conheçam melhor o animal. Depois do tempo de ambientação, ele deve ser encaminhado ao Zoológico de Brasília.

A serpente não é venenosa, mas segundo especialistas, no Cerrado, ela poderia ser uma ameaça a outras espécies e provocar um desequilíbrio ambiental. Isso porque não há predadores para ela na fauna local, o que também influenciaria na cadeia alimentar.

Localização

Foto: Divulgação/PMDF

O animal foi reencontrado em uma área de proteção ambiental, por um ciclista, que acionou a PM. De acordo com o subtenente do Batalhão Ambiental, Dirceu Coité, foram mais de três horas de busca para encontrar a píton.

“Esse é um animal extremamente agressivo. Porque é um animal que não é peçonhento, mas tem a dentição muito afiada. É um animal exótico, topo de cadeia, que não tem predador no Brasil”, diz.

“A nossa preocupação é por conta do ecossistema. Como ela não tem predador, pode se reproduzir e acabar se tornando uma praga”, explica o subtenente.

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

scroll to top