Asbranaut assina contrato com investidores

unnamed-scaled.jpg

Presidente Asbranaut - à esquerda -, João Carlos Bertolucci, ao lado dos empresários Augusto, André e Gil, representantes do grupo investidor - Foto: arquivo ASBRANAUT

Aporte será feito na elaboração dos estudos e modelagem para a construção da primeira marina pública do centroeste

http://www.instagram.com/gov_df

A Associação Náutica, Esportiva e do Turismo de Brasília (Asbranaut), através do seu presidente, Joao Carlos Bertolucci assinou, nesta quinta-feira (07), contrato com grupo de investidores para elaboração dos projetos que fazem parte dos Estudos de modelagem para a construção da primeira Marina Pública do Distrito Federal.

A área de interesse para a Marina está situada no SCES Trecho 1 e constitui trecho junto à cabeceira noroeste da Ponte das Garças, no Plano Piloto, a qual funciona como importante porta de acesso às áreas públicas da Orla do Lago Paranoá – Arte: SEPE-DF

A entidade náutica foi uma das selecionadas para a elaboração destes estudos, conforme resultado publicado no Diário Oficial de 15 de dezembro de 2021, relativo ao Edital 003/2021.
Os estudos deverão ser entregues até o dia 02 de maio. O prazo pode ser prorrogado conforme entendimento da Secretaria de Projetos Especiais (SEPE), e norteará o governo na elaboração do edital de licitação para a construção da marina.

Além dos projetos arquitetônicos e de engenharia, constantes no edital, também será apresentado o plano de viabilidade financeira e econômica.

Um complexo estudo jurídico, que atende também às questões ambientais é um dos pilares para a implantação da marina.

Para o presidente da entidade, a elaboração dos estudos com empresas de renome nacional, que sabem fazer este tipo de projeto é fundamental para o sucesso da associação. Por isto q necessidade de investidores .

“A chegada do grupo é de extrema importância para alinharmos um estudo de excelência sobre este projeto. Brasília tem a quarta maior frota náutica do Brasil e merece um Complexo Náutico de excelência. Estamos elaborando um projeto de grande importância para o lago Paranoá”, pontua o presidente da ASBRANAUT.

Outras quatro empresas, também foram selecionadas para executarem os estudos.
Nesta primeira fase, o melhor estudo receberá até 2,5% do valor da execução do projeto.
Questionado como a entidade pensava em fazer o projeto da Marina, Bertolucci foi simples na resposta: “Só Deus sabe”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

scroll to top