Home CIDADES Adasa: Volume mínimo do Descoberto deve ser de 46% este ano

Adasa: Volume mínimo do Descoberto deve ser de 46% este ano

148
0
Compartilhar
Foto: Tony Winston/Agência Brasília

O índice deve ser alcançado em outubro e novembro deste ano. No auge da crise hídrica, em 2017, foi de 5,3%

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) publicou, nesta terça-feira (11/6), a previsão do volume dos dois reservatórios que abastecem o DF até o fim do ano.

No período de menor nível, a barragem do Descoberto deverá atingir 46% da capacidade máxima. O índice é menor do que o mínimo de 61% alcançado no fim do ano passado, mas nada próximo dos 5,3% atingidos em novembro de 2017, no auge da crise hídrica.

Neste mês, em que o período das chuvas chega ao fim, o Descoberto deve reduzir seu volume a 92% — desde 27 de dezembro passado, está em 100%. Mesmo em agosto, período crítico da estiagem, o percentual é otimista: 69%.

Já para o reservatório de Santa Maria, que também está com 100% de volume, desde 19 de maio, a previsão é que ela feche o ano com 72% da capacidade máxima. O menor volume do ano deve ser de 69%. No fim de junho, a estimativa é de que o nível chegue a 96%.

O estudo da Adasa serve para o monitoramento e a manutenção da segurança hídrica. Isso quer dizer que qualquer alteração que seja contrária às expectativas pode levar à intervenção e à aplicação de medidas para que o volume seja mantido.

Se, até 31 de agosto, houver transbordamento, a Adasa autorizará a Caesb a aumentar a captação, passando dos atuais 4,3 mil litros por segundo para 5 mil litros por segundo.

Caso não haja o transbordamento, mas o volume seja igual ou superior a 73%, a captação pode aumentar para 4,5 mil litros por segundo.

Fonte: CB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here