Home CULTURA 7º Curta Brasília premia 22 produções nacionais

7º Curta Brasília premia 22 produções nacionais

233
0
Compartilhar
Foto: Janine Moraes/Divulgação

O curta “Entre parentes”, de Tiago Aragão, venceu a Mostra Nacional pelo júri técnico. Veja todos os premiados da edição. DF leva seis troféus

O 7º festival Curta Brasília, que apresentou cerca de cem filmes entre os dias 13 e 16 de dezembro, premiou 22 produções nacionais, entre ficções, animações, documentários, curtas infantis e videoclipes. As produções brasilienses conquistaram seis troféus (veja abaixo).

Na Mostra Nacional, o candango “Entre parentes”, de Tiago de Aragão, foi o vencedor escolhido pelo júri oficial. O curta documenta a mobilização indígena durante a 14ª edição do Acampamento Terra Livre, um ano após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

A escolha do júri popular foi “Catadora de gente”, dirigido por Mirela Kruel, do Rio Grande do Sul. O filme, que também é um documentário, propõe a reflexão sobre a desigualdade social brasileira pelo olhar de Tugira, uma mulher que trabalha como catadora de lixo há 30 anos.

Entre as produções brasilienses, “À tona”, de Daniella Cronemberger, foi a única premiada mais de uma vez: pela Associação Brasileira de Cinematografia e pelo troféu “Cartaz do Curta”, que selecionou a arte feita por Márcia Roth como a melhor do festival.

Troféu Curta

  • Direção de Arte: Guilherme Gehr, por “Plantae” (RJ)
  • Som: Victoria Franzan, por “Mini Miss” (PE)
  • Montagem: Lautaro Colace, por “O orfão” (SP)
  • Atuação: Edilson Silva, por “Por tanto olhar o céu gastei meus olhos” (MS)
  • Fotografia: Matheus Rocha, por “Vaca profana” (SP)
  • Roteiro: Nathália Tereza, por “Por tanto olhar o céu gastei meus olhos” (MS)
  • Direção: Marco Antônio Pereira, por “Alma bandida” (MG)
  • Menção honrosa: “Catadora de gente” (RS), com direção de Mirela Kruel

Mostra Nacional

  • Júri Oficial: “Entre parentes” (DF), com direção de Tiago de Aragão
  • Júri Popular: “Catadora de gente” (RS), com direção de Mirela Kruel

Mostra Decibéis (videoclipes)

  • Júri Oficial: “Fernando Henna está online”, da Filarmônica de Pasárgada (SP), com direção de Thiago Ricarte
  • Júri Popular: “Tá com dólar tá com Deus”, da banda Francisco El Hombre (SP), com direção de Los Pibes (Raphael Pamplona e Caio Amantini)
  • Menção honrosa: “Estudando o dub”, do Digital Dubs (DF), com direção de Aleixo Leite

Prêmios variados

  • Prêmio ABCV: “À tona” (DF), com direção de Daniella Cronemberger
  • Prêmio Brazucah: “Meu melhor amigo” (MG), com direção de Laly Cataguases
  • Troféu BRB: “A roda da fortuna” (DF), com direção de Luciano Porto
  • Prêmio Dharma Filmes: “Plantae” (RJ), com direção de Guilherme Gehr
  • Troféu CineMemória: “Anderson” (MG), com direção de Rodrigo Meirelles
  • Prêmio Cine França Brasil: “Vigia” (RJ), com direção de João Victor Borges
  • Troféu Curta Cartaz do Curta: Márcia Roth, pelo cartaz de “À tona” (DF), com direção de Daniella Cronemberger
  • Prêmio Calanguinho (infantil): “Oras bolas” (DF), com direção de Ricardo Makoto e Fred Reis
  • Prêmio Provocações: “Vidas cinzas” (RJ), com direção de Leonardo Martinelli

Fonte: G1

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here